Posts

Porque vivemos? Essa é uma das questões mais enigmáticas e profundas da humanidade. Questionada desde que o homem tomou consciência de sua vida a milhares de anos atrás. Todos possuem uma resposta, por mais nebulosa ou confusa que ela seja em nossa mente. Porque essa resposta é a “visão” da vida, é como se encara a existência. A Visão da vida influencia todas as nossas ações e reações. Influencia os pensamentos, as relações com o outro, o trabalho, enfim, tudo na vida.

A visão da vida é muito distinta de pessoa para pessoa. Leva em conta seus valores, suas crenças, seu grau evolutivo. Se perguntarmos para uma pessoa “porque ela vive? ” e ela responder que é para ter sucesso profissional, ganhar muito dinheiro, sustentar a família e depois quando tudo acaba com a morte, deixar muitos bens para os filhos; a visão da vida será muito diferente de uma pessoa que se responder que viver é ajudar a construir um mundo melhor, auxiliando os outros e a família, em busca da evolução espiritual junto a Deus.

A visão de vida de uma e de outra é completamente diferente e suas ações e decisões diárias também serão. De um lado temos uma pessoa materialista, que não acredita em Deus e acha que tudo acaba depois da morte. O motivo de sua vida é crescer materialmente e proporcionar isso a sua família. Por outro lado, temos uma pessoa voltada para o espiritual, que percebe e sente as dores do ser humano.

Em toda a nossa história o homem tentou responder essa pergunta utilizando-se da religião, da ciência e da filosofia. No entanto, essas áreas sempre caminharam muito distantes uma das outras, fazendo que as pessoas tivessem que escolher e tomar partido de apenas uma delas. Ou você era cientista, ou religioso ou humanista. Ou era materialista ou espiritualista.

Felizmente atualmente com o avanço da ciência começa-se a provar há vida após a morte, e que por consequência, que existe algo além do corpo; que existe uma inteligência eternas e imutáveis no universo, chamada de Deus. Por outro lado, as religiões começam a desarmar seus domas de dominação, transformando o amor ao próximo seu objetivo maior. E a filosofia une de forma holística todos esses conhecimentos.

Hoje ciência e espiritualidade caminham juntas na medicina, física, psicologia e outras áreas. Estamos chegando em um momento de união, podemos acreditar em Deus e na ciência. O Homem pode ser espiritual e utilizar-se do material para seu melhoramento e conforto.